Home

:: CALENDÁRIO DA PAZ ou CALENDÁRIO MAIA ::


"Quando a Terra estiver doente e os animais a desaparecer, então chegará uma tribo com gentes de todas as culturas, que acreditará em factos e não em palavras, e ajudará a restaurar a antiga beleza da Terra.

Eles serão conhecidos como os Guerreiros do Arco-Íris."

 


(Antiga profecia de esperança da tribo índigena Hopi - América do Norte)

REIKI

HISTÓRIA do REIKI

KARUNA

SEICHIM - SKHM

CONT@CTOS

CURSOS/WORKSHOPS

INDIAN HEAD MASSAGE

 

SHANTALA

 

MÉTODO HATMARA

LIFE ENERGY  "MERKAVA"

CALENDÁRIO da PAZ

CRIANÇAS ÍNDIGO

FLOWER of LIFE

KRYON

O KARMA DA LITERATURA

 

 

 

 

VOLTAR HOMEPAGE

Este novo calendário mundial resulta da necessidade de firmar um equilíbrio na história humana e visa devolver à humanidade uma integração genuína nos ciclos naturais cósmicos. Além de ser harmonioso e regular, o Calendário Maia, ou Calendário das 13 Luas, unifica a humanidade debaixo de um padrão solar genuíno de medida de tempo integrando o ciclo biológico feminino com o ciclo lunar de 28 dias. O calendário gregoriano de 12 meses resultou de uma reforma do calendário juliano empreendida pelo Papa Gregório XIII, em 1582.

__________________________________
«Madonna de Oriflamma» (imagem abaixo)

Pintura de Nicholas Roerich (1874-1947)

a figura geométrica que está representada na bandeira, foi escolhida como símbolo cultural da Paz.

                                 __________________________________

A Lei natural do Tempo afirma que existe uma única frequência de tempo que unifica a ordem inteira galáctica desde o seu componente maior até ao mais ínfimo da existência: essa frequência de tempo é a relação 13:20. A matemática do Calendário Maia revela a matemática Universal da Quarta Dimensão.

Os Maias souberam interpretar os ciclos correctos do tempo, da natureza e do cosmos, reconheciam e celebravam pontos de poder no tempo, e, para isso, observavam o céu e consultavam as efemérides, o livro dos dias ou das mudanças, como era designado pelos gregos, onde se registava o movimento dos planetas. Além de estudar o posicionamento dos astros, eles perceberam mudanças energéticas, que ocorriam em períodos específicos durante o ano; mudanças estas que não se limitavam apenas à alteração da luz e do calor, mas que aconteciam a níveis bem mais subtis. Assim, demarcaram as quatro estações do ano, e nesses períodos aproveitavam para fazer mudanças sazonais adequadas a cada uma delas, reunindo-se em celebrações que chamavam festivais, os célebres festivais do fogo da Antiguidade. Reconheceram também o ciclo das quatro estações da Lua, que, além de os orientar para a plantação e colheita, os ordenava em ritmos internos.

A adopção do Calendário Maia, faz parte de um importante plano de Paz para o planeta, desenvolvido pelo Dr. Argüelles e sua esposa, chamado «Pax Cultural - Pax Biosférica», que, segundo o casal Argüelles, levará cinco anos para ser implementado. Os adeptos do Movimento Mundial de Paz e da Mudança para o Calendário de 13 Luas enviaram a sua proposta aos governantes das mais importantes nações, inclusive a deputados, senadores, ao presidente do Brasil, e também à ONU e ao Vaticano. Neste momento os aderentes somam mais de 300 mil em todo o mundo. Quando forem cerca de 2 milhões, teremos uma massa crítica necessária para "empurrar" os outros. O resto da população entraria em sintonia pelo processo da ressonância. A verdadeira democracia é a democracia de pessoas autónomas telepáticamente unidas na verdade. A paz é um desafio espiritual, não político.

Os Maias entendiam o tempo da mesma forma que o conceito de 'Noosfera' de Teilhard de Chardin e o 'Num' dos egípcios, uma espécie de oceano cósmico de onde tudo flui e de onde plasmam todas as formas vivas. Compreenderam o tempo mais do que qualquer outra cultura, percebendo que ele é a quarta dimensão, assim como afirmou Einstein. Para eles, o tempo não era uma medida linear (presente, passado e futuro), mas uma série de ciclos que se repetem, tal como afirmava Pitágoras, no século V a.C. E concebiam a Terra como um ser vivo orgânico, antecipando o pensamento dos ecologistas de nosso século.

      

:: BANDEIRA DA PAZ ::

A BANDEIRA DA PAZ mostra três esferas cercadas por um círculo, em magenta sob um fundo branco.
Simboliza a unificação da Religião, Arte e Ciência sob o aspecto cultural. O círculo circunvizinho, ou do passado, reúne as realizações do futuro da Humanidade, enquanto as guarda dentro do círculo da Eternidade. Este símbolo pode ser visto no selo de Tamerlane, em jóias do Tibete e do Cáucaso, Escandinávia e medalhas bizantinas e romanas.

No primeiro Congresso Planetário dos Direitos da Biosfera (Brasília 1996) a Bandeira da Paz foi apresentada formalmente, junto com a revelação do Pacto de Paz de N. Roerich para a protecção da Biosfera.

José Argüelles diz acerca do Tzolkin:
"A Matriz Maia, o Tzolkin ou Módulo Harmónico, trazendo em si o código de harmonia galáctico, instrui todos os sistemas com uma ressonância reguladora universal chamada corpo de luz. Assim como cada organismo e cada espécie como um todo possuem um corpo de luz, o planeta enquanto organismo consciente é caracterizado por um corpo de luz em evolução."

 



:: TZOLKIN

Enquanto a Europa mergulhava na Idade das Trevas, do outro lado do oceano, os habitantes da América Central estudavam astronomia, tinham dois calendários - um solar de 365 dias, o Haab, e um sagrado (de caractér religioso) de 260 dias, o Tzolkin.
Este pequeno calendário/instrumento, determina uma constante galáctica que nos sintoniza com o tempo natural e com o raio de aceleração.
O calendário solar (Haab) funcionava acoplado ao Tzolkin (lunar), que era, ao mesmo tempo, o fractal da galáxia.

VISITE O PAN-PORTUGAL! (CLIQUE NA IMAGEM)

 

¡Recomenda esta página aos teus amigos!

cortesia de miarroba.com

 

:: MAIAS ::

Uma das mais antigas civilizações pré-colombianas, os Maias floresceram entre os séc. II e IX da nossa Era, ocupando as planícies da Penísula do Yucatão, onde hoje fica o México, quase toda a Guatemala, a parte ocidental das Honduras, Belize e regiões limítrofes. A civilização maia era constituída por povos que falavam línguas aparentadas que elaboraram uma das mais complexas e influentes culturas da América e um sofisticado sistema de escrita por hieróglifos.

"Where there is Peace, there is Culture;
Where there is Culture, there is Peace."


NICHOLAS ROERICH

LINKS de websites acerca do Calendário Maia e de Nicolas Roerich (em várias línguas)

Calendário Maia

www.calendariomaia.hpg.ig.com.br/
www.calendariodapaz.com.br
http://www.mayamysteryschool.net/Tzolkin.htm
http://www.sipp.org/reference/tzolkin/
http://www.mayanmajix.com/tzolkin_lab.html
http://mayan.tzolkin.com/mayan.htm
http://webexhibits.org/calendars/calendar-mayan.html

Nicolas Roerich

http://www.13luas.art.br/bandeira_paz/
http://www.roerich.org/fr/NicolasRoerich_fr.html
http://www.institutoroerich.edu.mx/index1.htm
http://www.cndp.fr/balletrusse/portraits/roerich.htm
http://espiritualidades.no.sapo.pt/roerich/imagens.html